É errado advogado não cobrar consulta?

4 set

Quando consultamos um médico, psicólogo, nutricionista ou qualquer outro profissional liberal, sabemos que teremos que pagar a consulta previamente e que, posteriormente, o tratamento terá novo custo. Já, com a advocacia, as pessoas parecem até ofenderem-se quando o advogado informa que cobra pela consulta.

Precisamos deixar claro para os clientes que advogado também precisa comer, vestir-se, pagar a prestação do carro, do aluguel e todos os custos operacionais do escritório! Afinal, somos seres humanos!

errado advogado no cobrar consulta

A OAB/SP estabelece o valor de R$ 245,85 para uma consulta em horário comercial, com o acréscimo de 20 a 30 % se a consulta for fora deste horário. É muito? É pouco? Vamos discutir isso nos comentários?

Em alguns casos, realmente é complicado cobrar a consulta. Por exemplo, eu trabalho muito com Direito Previdenciário e, na maior parte dos casos, os clientes são pessoas que não possuem qualquer renda e dependem dos meus serviços para poder obter um benefício que as permitirão viver com mais dignidade.

Possíveis soluções

Eu gosto muito de duas soluções:

errado advogado no cobrar consulta

  1. Cobrar pela consulta e se, em função da consulta, sobrevier a prestação de serviços, o valor da consulta poderá ser abatido dos honorários a serem contratados. Isso evita prejuízo ao advogado pois, muitas vezes, uma consulta jurídica já é suficiente para a pessoa resolver extrajudicialmente o seu problema e nunca mais aparecer no escritório. E o advogado que dedicou seu tempo e conhecimento àquele caso, fica a ver navios.
  2. Não cobrar pela consulta em casos excepcionais e cobrar uma porcentagem maior em caso de sucesso na demanda.

E vocês, colegas, o que pensam? Como resolvem este impasse?

Escrito por Alessandra Strazzi – Este artigo foi originalmente publicado em: http://alessandrastrazzi.adv.br/ética/advogado-cobrar-consulta/

FONTE: Tabela de honorários OAB/SP.

 

3 Respostas to “É errado advogado não cobrar consulta?”

  1. Alessandra Strazzi setembro 4, 2014 às 11:38 pm #

    Por favor, coloque meu nome como autora original deste artigo!

    • Luiza Nasser Loureiro e Karina Andrade setembro 4, 2014 às 11:43 pm #

      Alessandra,

      Primeiro de tudo parabéns pela matéria. No final desta está escrito que é de sua autoria, e tem o link da sua página. Caso queira acresentar algo, por favor, fique a vontade de nos avisar.

  2. Marcelo março 25, 2015 às 2:07 pm #

    Como estudante de Direito, não tive que enfrentar a situação de cobrança de consulta. Porém, acredito que o profissional deve analisar cada situação. Omisso na cobrança, o advogado pode ser interpretado pelo cliente como leniente em auferir rendimentos; em situação contrária, pode não celebrar contrato com o interessado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: